2019 a pequena memória das grandes cidades Asunción

a pequena memória das grandes cidades

I have seen more than I remember, and remember more than I have seen

Benjamin Disraeli

 

O interesse por Asunción e o Paraguai começou com o filme “Mission” de Roland Joffé, dos anos 80, com Robert de Niro, Jeremy Irons e Liam Neeson… Tenho vivo na memória o conflito entre os Guarani e o papado, com os jesuítas na Grande Missão de San Miguel, em 1758, a tentarem proteger os indígenas convertidos… Recordo, igualmente, o sentido de comunidade da missão de San Carlos, no topo das quedas de água e cataratas, onde os Guarani se refugiavam dos mercenários, os “encomenderos”,  caçadores e traficantes de escravos índios. Depois, também a literatura de Graham Green, em particular esse livro maior que é “O Consul Honorário” (1973), produziu em mim uma curiosidade acrescida sobre o calor de Asunción. A visita, breve mas surpreendente, estarrecida em mais de 40º numa manhã de domingo, ficou marcada pela recetividade de grande afeto e amabilidade por parte dos meus colegas responsáveis pelo museus nacionais desse país íntegro, lutador e independentista, pioneiro numa América do Sul sempre complexa e plural.